UM FILME DE TERROR (22/09/2017)

Resultado de imagem para filme de terror

Os investimentos na produção de filmes de longa-metragem são altíssimos e alguns chegam a números bem maiores que a receita de boa parte dos municípios brasileiros. O filme mais caro da história, segundo dados de janeiro de 2017, o “Piratas do Caribe – No Fim do Mundo” custou 332 milhões de dólares, ou mais de 1 bilhão de reais. Só que vem aí o “Guerra Infinita”, uma produção escocesa com orçamento ainda maior: 486 milhões de dólares. Tamanhos investimentos são realizados com uma dose grande de otimismo porque o retorno é excelente. São poucos os projetos que não dão certo, como o filme Portal do Paraíso, com orçamento de 100 milhões de dólares e bilheteria de apenas 4,4 milhões de dólares. Um prejuízo de 96%. Isso nos remete a uma situação análoga em que estamos envolvidos. Digamos que todos nós, cidadãos brasileiros, investimos, mesmo que compulsoriamente, na produção do filme Brasil, através do pagamento de impostos. São bilhões, às vezes trilhão de reais arrecadados com o que pagamos como se ingresso de cinemas fossem. Só que a contrapartida que esperamos na área de educação, saúde e segurança, especialmente, não vem e a frustração é enorme. E esta analogia também vira um filme. De terror.

CONTRA OU A FAVOR?

Resultado de imagem para gilmar mendesOs senhores ministros do Supremo Tribunal Federal acabam de realizar a seção onde, por 10 votos a 1, decidem enviar a 2ª. denúncia contra o Presidente Temer para a Câmara. O único voto contrário foi, novamente, o do sinistro Ministro Gilmar Mendes que parece manter aquela convicção que até hoje não conseguimos descobrir. Novamente ele se mostra contra. Ou será a favor?

ENTRE DRAMAS E COMÉDIAS

Resultado de imagem para cinema O cinema continua sendo um dos bons remédios da sociedade contra a crise brasileira. Os nossos cinemas registraram a marca de 172,9 milhões de espectadores em 2015 (o número de 2016 ainda não saiu), representando um crescimento de 11,1% em relação a 2014. A renda gerada em bilheteria foi de R$ 2,35 bilhões, 20,1% maior que o ano anterior. Essas são as maiores taxas de crescimento de público registradas nos últimos cinco anos, segundo a ANCINE. Os filmes nacionais, como era de se esperar também brilharam e receberam 22,5 milhões de espectadores, contra 19,1 milhões em 2014. Pode ser ali, no escurinho do cinema, entre dramas e comédias, que parte da sociedade se compensa das notícias ruins que vem recebendo diariamente, à luz do sol ou da lua, como se fossem obras de ficção.

O ESTUPRO

Resultado de imagem para rio de janeiro

Sabe aquela morena lindíssima, com dentes perfeitos, cabelos longos, seios firmes e curvas estonteantes, mas que todo mundo pega? É assim que eu vejo o Rio de Janeiro nos dias de hoje. A cidade, de beleza natural estonteante, curvas maravilhosas como as do aterro do Flamengo e protuberâncias firmes como o Pão de Açúcar e o Corcovado continua admirável. As partes imaginárias mais reservadas da morena, estão também ali representadas pelas matas da Tijuca e o Alto da Boa Vista, ícones daquela que apesar de tudo, continua maravilhosa. Com a permissão dos senhores leitores e para fugir da censura, mas respeitando a analogia deste artigo, é maravilhoso penetrar os túneis de Copacabana, o Rebouças ou o Santa Bárbara e ficar boquiaberto com os cenários que eles nos oferecem em seus finais.  Infelizmente, a  morena lindíssima, que vinha sofrendo apenas com assédios libidinosos pela sua beleza, vem sendo tocada já a algum tempo, por atos de impertinência sexual cada dia mais violentos. E seus admiradores, cariocas ou não, a tudo assistem sem poder esboçar uma reação mais forte contra os estupradores,  insensíveis e sem limites para a prática de maldades. Cabe-nos, como cidadãos apaixonados, insistir na crença de que as autoridades possam salvar a morena, e na crença ainda mais forte de que Deus, além de Brasileiro, seja também carioca.

FALTOU O “GIMMICK” DA COMUNICAÇÃO (19/09/207)

Resultado de imagem para Temer na ONU

O discurso do Presidente Temer na Assembléia da ONU foi bom, apesar da pouca ou nenhuma importância que se dá ao que dizemos por lá, há 70 anos. Mas, pelo menos, compensou os desastrosos discursos da ex- presidente Dilma que nos envergonhavam tanto. Ganhamos apenas o recall que o simples ato protocolar traz ao nosso país, mas poderíamos ter ganho muito mais. A imagem do Brasil no exterior está amparada pelas noticias ruins do que vêm ocorrendo por aqui, especialmente quanto a corrupção, que denigre a nossa imagem como País. Ao omitir este assunto, o Presidente perde uma oportunidade enorme para tocar na ferida e até amenizar as citações sobre seu envolvimento. Assim, comete um erro crasso de comunicação. Ele desprezou o “GIMMICK” de sua mensagem (recurso para atrair a atenção e o interesse do público ouvinte). Todos, com certeza, esperavam ouvi-lo sobre o assunto. O discurso, despido na sua maior parte do interesse da comunidade política mundial, ganharia densidade e aumentaria a sua relevância. O Presidente Temer poderia sair da Assembleia da ONU muito melhor do que entrou. Mas não foi assim que aconteceu.

SALVEM O RIO DE JANEIRO! (19/09/2017)

RocinhaApós o grande tiroteio de ontem na favela da Rocinha, no Rio, circulam pelas redes sociais vídeos ousados, aterrorizantes, produzidos pelos próprios bandidos nas áreas em que ocupam. Parece que nada os impede. Não existe medo. A mim me parece que a última cartada das autoridades constituídas seria transformar todo o Estado em área de guerra, e as forças armadas entrariam em ação como se estivessem realmente numa guerra. Claro que alguns inocentes menos avisados ou menos cuidadosos perderiam suas vidas, mas com certeza, seriam em número menor do que ocorre hoje.

COLUNAS DE VIADUTOS VIRAM JARDINS VERTICAIS

Jardin_vertical2

Evidente que isso não acontece no Brasil, apesar de que, em São Paulo, já se ensaia algo similar. Essa intervenção urbana de enorme repercussão foi implantada na Cidade do México, em 2016. São mais de 60 mil metros quadrados de jardins espalhados sob um viaduto que corta 27 quilômetros da cidade. As pilastras deixaram o cinza do concreto para trás e ganharam diferentes tons de verde. A ideia, simples, poderia ser copiada por aqui, porque não mexe com as vias já existentes. O projeto, lá, é financiado por investimento privado e desenvolvido pela empresa VerdeVertical, especializada em transformar paredes e fachadas em jardins gigantes. Que seja assim por aqui para se evitar a corrupção. A inclusão das plantas em ambientes urbanos ajuda a filtrar mais de 27 mil toneladas de gases, além de emprestar uma beleza extraordinária às cidades. Vamos ver quem vai liderar a implantação. No Rio seria impossível por causa das balas. Curitiba, talvez, pela cultura do ineditismo? Ou Brasília, por ser uma das cidades mais confortáveis de se morar?

O “P” DA PERSISTÊNCIA (18.09.17)

Resultado de imagem para Japonês na fábrica

Qualquer pessoa que entra no mundo dos negócios recebe, desde o inicio, os ensinamentos sobre os conceitos do mix de marketing ou, os “4 Ps” de marketing: produto, preço, praça e promoção. Mas existem outros Ps que destacamos aqui contando uma historinha também conhecida, mas que serve para oxigenar os desanimados neste momento de crise nacional. Um homem investe tudo em sua pequena oficina, trabalha dia e noite dormindo inclusive na oficina para o sucesso de seu projeto. Tempos depois, apresenta seu produto a um grande empresa,mas ainda não tinha a qualidade adequada. O homem volta para a oficina, estuda ainda mais e, dois nos depois, aquela mesma empresa aprova enfim o seu produto e faz um bom contrato com ele. A oficina se transforma em fábrica. Mas infelizmente vem a guerra e a fábrica é bombardeada. O homem resiste e a reconstrói. Mas um terremoto, novamente a derruba. E ao invés de desistir, o homem persiste e reconstrói sua fábrica. Após a guerra, segue-se uma grande escassez de gasolina em todo o país. Ele então, atento, adapta um pequeno e econômico motor à sua bicicleta. A nova invenção faz sucesso. E aquele mesmo homem resolve montar uma fábrica de bicicletas com o pequeno motor. O sucesso é enorme. Como tinha pouco capital, resolve pedir ajuda a comerciantes de todo o país e, por ser uma boa ideia, boa parte deles lhe adianta o capital de que precisava. Esta é a história de Soichiro Honda, que não se deixou abater pelas crises e criou o que é hoje a Honda Corporation. Os tempos estão difíceis, mas não podemos desistir.

É O FIM DO MUNDO?

Resultado de imagem para o fim do mundo

Desastres climáticos castigam os Estados Unidos, México, alguns países da América Central e a nossa Amazônia com as permanentes queimadas irresponsáveis. O baixinho louco da Coreia do Norte lançou ontem, mais um míssil que passou sobre o céu do Japão. No metrô de Londres, hoje, uma bomba caseira explodiu deixando mais de 22 pessoas feridas, o que pode ser mais um ataque terrorista. Será o início do fim do mundo? No Brasil, mesmo sem furacões ou tornados, com terremotos leves e eventuais e ondas mais fortes em lugar de tsunamis, caminhamos para o caos total com uma corrupção exagerada e permanente na política. A gente fica sem saber se ouve os noticiários para ficar atualizado ou se se mantém alheio para evitar desgastes emocionais diários. E pensar que tudo isso é fruto de escolhas erradas que fizemos nas eleições passadas. Será que lembraremos disso nas próximas eleições? Ou vamos deixar que o mundo comece a se acabar por aqui também?

É FOGO! 

Resultado de imagem para incendio

O Brasil está pegando fogo. São labaredas por todo lado. A Polícia Federal não dá descanso aos bandidos de todo nosso pobre País, sejam famosos ou não. Como se fala em substituição do seu diretor geral, parece que eles aceleraram os trabalhos e estão atuando em todos os lados. Em São Paulo, um dos irmãos Batista, da JBS, foi preso. Em Brasília, o outro irmão continua hóspede na Polícia Federal por tempo indeterminado. Em Curitiba, o ex-presidente Lula faz nova prestação de contas ao juiz Sérgio Moro. E no Rio de Janeiro, o ex-governador Antony Garotinho acaba de ser preso e imaginem, o Corpo de Bombeiros, citado tantas vezes como corporação exemplar, entra no bolo da corrupção, com o envolvimento de suas altas patentes da ativa e até da reserva. Não é fogo? Tenho medo do que nos reservam nos próximos capítulos.