“A gente escreve o que ouve – nunca o que houve”

trump21

O que houve na campanha do Donald Trump? Quase ninguém sabe. Mas, o pouco que sabemos, nos leva a crer que sabemos o que derrubou a campanha da Hillary Clinton, a dama da política americana, e mais todos os jornais americanos e de todo o mundo que davam aquela campanha como ganha. Derrubou todos os institutos de pesquisa, derrubou todos os articulistas e cientistas políticos. Derrubou mulheres que lêem cartas, futurólogos e magos que prevêem o futuro.

O que houve, e que eles não ouviram?

Eles ouviram os hipsters,. A geração baby boom. Os millenials, os formadores de opinião, os stakeholders, a sociedade organizada. Eles só não ouviram o andar de baixo. O povo. O Zé Mané, o red neck.

Assim como nós, brasileiros: vamos parar de achar que o mundo inteiro está nos Jardins e na Vila Madalena de São Paulo, Nos Moinhos de Porto Alegre, nas Asas de Brasília, na Pituba de Salvador, na Boa Viagem de Recife. O mundo está no mundo todo, espalhado pelo mundo todo.

E, se você não ficar esperto onde e como está acontecendo, como dizia Oswald Andrade, autor da frase título deste artigo, você vai saber o que ouve e nunca o que houve.

André Torretta. CEO A Ponte Estratégia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s