FAKE NEWS E O DIA DA MENTIRA

Resultado de imagem para dia da mentira

Como as “fake news” estão na pauta do dia, vamos homenageá-las falando sobre o Dia da Mentira. É que este ano a Páscoa cai no dia 1º. de abril, o que te expõe a muitas brincadeiras criativas. Tome cuidado com os ovos que ganhar. Há muitas explicações para a data ter se transformado no Dia da Mentira. A mais interessante delas, que copiamos do blog da revista Cine Shopping (cineshopping.blog) diz que a brincadeira surgiu na França. Desde o começo do século XVI, o Ano Novo era comemorado no dia 25 de março, data que marcava a chegada da primavera. As festas duravam uma semana e terminavam no dia 1º de abril. Com a adoção do calendário gregoriano, em 1564, o Rei determinou que o ano novo seria comemorado em 1º de janeiro, aliás, como é até hoje. Só que alguns franceses resistiram à mudança e continuaram a seguir o calendário antigo, onde o ano começava em 1º de abril. Aí, alguns gozadores passaram a ridicularizá-los, a enviar presentes esquisitos e convites para festas que não existiam. Puras mentiras. No Brasil, o 1º de abril começou a ser difundido em Minas Gerais, quando o jornal A Mentira, de vida efêmera, lançado no 1º de abril de 1828, noticiou a morte de D. Pedro, desmentida no dia seguinte. A Mentira circulou até 14 de setembro de 1849 e na sua última edição convocou todos os credores para um acerto de contas no dia 1º de abril do ano seguinte, dando como referência um local inexistente. Caiu no 1º de Abril. Segundo a tradição, além de contar mentiras, no dia 1º de abril sugere a uma pessoa desavisada cumprir tarefas sem fundamento ou levar informações sem nexo para outras pessoas. Existem várias histórias engraçadas sobre a data. A alguns anos, no Dia da Mentira, o Jornal Cruzeiro do Sul colocou na capa de sua edição, a atriz Fernanda Montenegro segurando a estatueta do Oscar e no título dizia que ela teria conquistado o prêmio de melhor atriz. E, na mesma página, algumas notícias como a elevação do salário mínimo do operário brasileiro para R$ 3 mil em razão da “crescente oferta de emprego”, inauguração da Universidade Pública de Sorocaba, contratação do jogador Ronaldinho pelo São Bento, o Rio Sorocaba com as águas azuis e um pescador de nome Cid, exibia um dourado de 7 quilos, a descoberta das curas da Aids e da Obesidade. E mais. O rendimento da poupança a 20% ao mês, e o dólar a R$ 0,50 abriam a seção econômica. A capa “verdadeira” havia sido transferida para a página 2. As “falsas” notícias, no entanto, renderam muita leitura. “Acossado por um volume exageradamente alto de más notícias, o leitor sente, neste momento, a necessidade de fantasiar um pouco”, explicava o jornal. A brincadeira rendeu muitos telefonemas à redação, mas a maioria para elogiar a iniciativa. Particularmente, este articulista sente-se mais aliviado peço fato de sua amiga Renata, campeã de trotes neste dia, estar longe de Brasília, embora possa, de onde está, preparar algumas das suas. Feliz Páscoa! Estes votos não são de mentira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s