PIOR QUE A FEBRE AMARELA

Resultado de imagem para febre vermelhaPior que a febre amarela que se alastra pelo Brasil, pode ser a febre vermelha que se anuncia para o dia 24, em Porto Alegre, no julgamento do ex-presidente Lula pela 2ª. Instância. E a vacina, para este tipo de doença, é dolorosa demais. A irresponsabilidade da presidente do PT e Senadora da República ao incentivar uma reação dos seus filiados caso o réu seja julgado culpado, falando inclusive em mortes, é irracional. A ameaça merece uma providência imediata das forças de segurança para que a motivação ao crime não se alastre. Esse assunto tem que ser conduzido de forma racional já que a emoção, na maioria das vezes, é péssima conselheira. Aqui não se trata de ser contra ou a favor do resultado, mas se o país se acovardar à verdade por medo de ameaças, é porque chegamos, novamente ao fundo do poço, local  que vimos visitando com alguma frequência.

A REFORMA DOS POLÍTICOS

Resultado de imagem para reforma da previdencia

A Reforma da Previdência é inevitável para evitar o desastre total. Mas a mim me parece que o erro do governo está – como sempre esteve – na forma e no conteudo da comunicação. A informação deve vir completa e decupada. Afirmar com todas as letras que os privilégios acabarão. Que todos irão pagar a previdência baseado num mesmo tipo de lógica – se não é assim, ela não vale nada. Como a credibilidade do governo é um desastre, é natural esta resistência da sociedade menos esclarecida. É dificil fazê-la entender que o mesmo governo que desgovernou o país, está agora tentando deixar algo bom para todos nós. Porque se não vier a Reforma da Previdência, o desastre será total. O problema é a preocupação dos políticos em não aprová-la para catar votos de parte da sociedade menos esclarecida. Precisamos, depois, reformar esses políticos.

ANITTA E REPÚBLICA DOS RASTAQUERAS

Resultado de imagem para a bunda da anitta

O historiador Marco Antônio Villa publicou na coluna Opinião de O Globo, de leitura obrigatória, um artigo que retrata a realidade nacional. Com o título Anitta e a República dos Rastaqueras, Villa, com um texto forte, mostra com muita clareza a decadência cultural do País. Segundo ele, “a ignorância se transformou em política oficial. Quanto mais medíocre, melhor”. O raciocínio do historiador é oportuno e a situação por ele retratada, com muita perfeição, acompanha simplesmente o todo da decadência nacional. Uma pena!

MEU ÚLTIMO DIA DE POBRE

Resultado de imagem para muito dinheiro

Ninguém joga na loteria tendo a certeza de que vai perder, embora essa possibilidade seja infinitamente maior que a de ganhar. A sensação de que vamos ficar ricos é enorme desde a hora de fazer a aposta até conferir o resultado. Essa é a lógica do jogo. Uns se dizem sortudos por ganhar em rifas, sorteios, no pôquer e afins. Tenho uma amiga que sempre ganha por onde concorre. Só que na última edição da “sena da virada” eu, malandramente, lhe pedi 3 sugestões de números e nenhum deles foi sorteado. Daí que sorte é algo em que acredito pouco. Sou mais pela teoria da coincidência entre os números jogados e os sorteados. Pela coincidência das cartas e até a de você ir a um lugar, conhecer alguém e o casamento durar a vida inteira, coisas assim. Mas, nem por isso deixo de fazer, a cada semana, tanto quanto você, uma fezinha, na expectativa de que a coincidência dos números faça eu viver meu último dia de pobre.

ASSIM, NÃO HÁ IMAGEM QUE RESISTA

Resultado de imagem para imagem do governo

Desde algum tempo eu tento compreender o governo brasileiro. Procuro deixar de lado minhas convicções políticas, ser menos crítico para fazer o que todos deveriam fazer: pensar o Brasil.  Mas é difícil, bem difícil. É verdade que um dos grandes problemas do País somos nós mesmos. Fomos criados em ambiente político promíscuo e sob a cultura de tirar vantagem em tudo, o que ajudou no apodrecimento da Nação. Incentivada por políticos da pior qualidade em todos os níveis da administração pública federal, estadual, e municipal – as exceções são poucas – a situação fica pior, a cada dia. Desta forma, até as boas notícias se perdem nesse monte de descalabros noticiados a cada dia pela mídia. Hoje, por exemplo, a boa notícia é de que o índice de atividade do comércio, fechou 2017 em alta de 1,10%, depois de dois anos consecutivos de queda. sendo que no ano anterior, o indicador havia recuado 6,6%, diante da forte recessão econômica. Bom demais. Temos ainda boas notícias de recuperação da economia, com a baixa da inflação, a retração da taxa básica de juros e a queda no endividamento das famílias, além das medidas criativas e oportunas como a liberação do saldo de contas inativas do FGTS e, agora a do PIS. Só que, apesar de excelentes, as notícias são tragadas pelos péssimos exemplos que os governantes nos dão, quase diariamente. E assim, não há marketing que dê jeito. E não há imagem que resista.

OS TRAPALHÕES

Resultado de imagem para os trapalhões

Chega a ser engraçada a falta de organização, de planejamento e de conhecimento do Governo Federal para o que ocorre no Brasil. São muitos os exemplos, mas o último deles, envolvendo a deputada Cristiane Brasil, é lamentável. Qualquer ser humano comum que seja convidado para compor os quadros do governo como contratado, tem seu nome, curriculo e cadastro analisados pelo Gabinete Civil da Presidência da República de forma bastante rígida. Para os cargos mais elevados, a “ficha” é analisada pela ABIN, a Agência Brasileira de Inteligência, para evitar micos desta natureza. O imenso desgaste do Governo, após tantas trapalhadas, nos deixa a certeza de que estamos sendo governados por trapalhões. Talvez, o Didi, o Dedé, o Mussum e o Zacarias fizessem melhor.

NOSSO ZOO ESTÁ UMA ZOONA

Resultado de imagem para zoo de brasilia

Aproveitando um momento de folga, resolvi visitar o zoológico de Brasília, mas a decepção foi enorme. Aqui e ali existem sinais de pequenas obras, mas no todo, o ambiente está sujo, dando a impressão de abandono. E os animais estão sumindo deixando vários ambientes vazios e grande frustração ao visitante.  Além disso, a sinalização depredada ou inexistente, dificulta a localização ou identificação dos animais. O zoo de Brasília tem tudo para ser um lugar para programas excelentes com os filhos e os netos. Afinal, não são tantas as opções de lazer que temos a oferecer. Apesar disso, a fila de carros para entrar estava enorme, o que significa que o faturamento não é tão insignificante que não se possa fazer algo melhor. Ou o brasiliense que estava na fila desconhece a situação atual do zoológico e não volta mais, ou é pouquíssimo exigente nas suas programações de lazer.

ÁGUAS PELA PAZ

Resultado de imagem para aguas pela paz

Recebi da jornalista Cintia Rebelo, convite para participar do evento Águas pela Paz. tema do “II Seminário Internacional Água e Transdisciplinaridade”, que será realizado em 11 e 12 de janeiro de 2018, no Museu Nacional, em Brasília/DF. Trata-se de um dos eventos preparatórios para o 8º Fórum Mundial da Água que será realizado no Brasil, No 6o. Fórum, realizado na cidade de Marseille, na França, eu estava lá como um dos representantes brasileiros naquele evento e pude comprovar a importância do evento para o mundo. Este ano, o Fórum vai tratar da compreensão da água como bem público, indo além da visão utilitarista que a reduz a mero recurso hídrico. No espaço de reflexão proposto, o Seminário abordará o tema água não só sob o aspecto científico, mas também o filosófico, artístico, simbólico e espiritual, em âmbito nacional e internacional, com base na solidariedade, no respeito aos valores e direitos humanos universais, à justiça social e aos direitos da natureza. O aspecto transdisciplinar também será explorado nos momentos musicais do evento, oficinas e práticas corporais. Vale a pena participar.

FHC diz que salário mínimo está alto demais para a produtividade do país

Resultado de imagem para fernando henrique cardoso

O ex- Presidente FHC afirmou, em entrevista concedida à Rede TV, que embora o salário mínimo brasileiro continue a ser um dos mais baixos do mundo,  está alto demais para a produtividade do país. A afirmativa me parece um desastre para o lider de um partido que pretende disputar a presidência nas eleições de 2018, nesse Brasil em que a maioria dos eleitores mal sabe falar o português, quanto mais decodificar uma verdade tão lógica. O que ele quer dizer, e está certíssimo, é que o salário mínimo está bem acima do que o brasileiro produz. Países europeus trabalham bem menos que 8 horas diárias e produzem muito mais que nós. É justo reconhecer a autoridade do ex-presidente FHC para assuntos tão profundos e devemos aplaudir a afirmativa acima, corajosa, que será, pelo menos entendida pela minoria que se diz pensante nesse país.  Que assim seja!

SER OU NÃO SER. EIS A QUESTÃO!

Resultado de imagem para shakespeare

A frase famosa de Shakespeare inspira este último artigo de 2017. Ele dizia: “Eu sempre me sinto feliz, sabe por que? Porque eu não espero nada de ninguém. Expectativas sempre machucam… a vida é curta, então ame a sua vida, seja feliz… e mantenha sempre um sorriso no rosto. Viva a vida para você e antes de falar, escute. Antes de escrever, pense. Antes de gastar, ganhe. Antes de orar, perdoe. Antes de magoar, sinta. Antes de odiar, ame. Antes de desistir, tente. Antes de morrer, Viva !!” Ser ou não ser assim. Eis a  questão.

FELIZ 2018!